Desenvolvimento Educacional

Resposta de Denúncia – José de Jesus Gonçalves diz que a escola Matinha da Barra do Rio do Sal, em Padre Bernardo, Goiás, onde estudam os seus três filhos, é de palha e, apesar das promessas do prefeito, nada está sendo feito para reformá-la. Ele também reclama da falta de merenda.

Conheça o programa Educa Mais Brasil e realize cursos de nível básico ou então de pós-graduação, com bolsas de estudo de até 70%. Dessa forma, você não precisa desistir dos seus sonhos, podendo realizar o curso que deseja.

Para participar do programa, você deve realizar a inscrição através do site Educa Mais Brasil, que funciona o ano inteiro.

A secretária de Educação do município, Gilna Leal Ivo, reconheceu as dificuldades, disse que há planos para construir nova escola, mas garantiu que os meninos recebem merenda escolar. Prometeu enviar ao Escola Brasil documentação comprovando isso. Seu José de Jesus visitou a redação do programa e trouxe um abaixo-assinado pedindo ao prefeito que cumpra a promessa de construir escola nova. O programa ainda não conseguiu fazer contato telefônico com o prefeito.

As aulas de educação física podem ficar mais interessantes com o uso de danças, esportes e jogos típicos da região onde os alunos moram. Em Recife, Pernambuco, por exemplo, os alunos têm aula de frevo e aprenderam até a confeccionar as sombrinhas usadas na dança. Alguns professores usam a capoeira e também a dança de salão para tornar as aulas mais interessantes.

A professora do Departamento de Educação Física da Universidade Federal de Pernambuco, Tereza França, diz que o professor pode criar, junto com os alunos, novas maneiras de praticar jogos e brincadeiras que eles já conhecem e, assim, aproveitar melhor as aulas.

Projeto Surdodum – A banda Surdodum formada por 16 deficientes auditivos é um dos projetos de destaque no Distrito Federal. Coordenado pela professora Ana Lúcia Soares, o projeto insere adolescentes com problemas auditivos em uma banda de percussão. Por meio da batida do relógio e do coração, os alunos aprendem o que é ritmo e depois disso, passam a fazer um trabalho de imitação.

A banda, que existe há 5 anos, já conquistou o público brasiliense pela qualidade. Para integrar o grupo, o deficiente auditivo, deve ser aluno da Fundação Educacional e morar no Distrito Federal. Informações pelo telefone (61) 9984-4574 com a professora Ana Lúcia.

Luiz Alberto entrevista a ergonomista Leide Marques. Ela explica os problemas que uma cadeira inadequada pode causar para um estudante. Até problema de visão pode ser originário de má postura. Leide faz parte de um grupo contratado pelo Fundescola que está determinando os Padrões Mínimos de Qualidade que incluem o mobiliário.

Esse grupo está estudando tudo que a escola precisa ter para dar conforto ao aluno: na parte de material didático, equipamento, recursos humanos e estrutura física da escola.

Related Post

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*